A cearense Zenir voltará a expandir investimentos no Estado em breve

O próximo passo da varejista, conforme a Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará (Sedet), consiste na construção de um Centro de Distribuição regional no município de Maracanaú.
As tratativas para o investimentos haviam sido anunciadas ainda em julho deste ano. “Isso é para deixar claro que não é só porque nós estamos em busca de investimentos de multinacionais que esquecemos das empresas locais”, pontua Júlio Cavalcante, titular da Secretaria Executiva de Comércio, Serviço e Inovação do Ceará.
O representante da Sedet frisa ainda que o Estado tem articulado “intensamente” com as empresas locais, “dando todo suporte necessário para que elas continuem em crescimento e intensifiquem investimentos aqui no Ceará”.
A cearense disputará espaço com a gigante Amazon que dará início ao funcionamento do CD recém-construído em Itaitinga, também na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A área está sendo sondada pela multinacional Americanas e pelo Mercado Livre, que também têm interesse em construir Centro de Distribuição no Ceará, com foco em fortalecer a presença em todo o Nordeste.
Júlio não revelou o patamar da aplicação da empresa e também não divulgou a previsão de início das obras por parte da Zenir. Apesar disso, destacou que será “um excelente investimento” e pontuou que a operação do CD da varejista cearense será “decisiva na economia da região”.
Por ser um centro de distribuição com abrangência regional, a estimativa é que sejam gerados, ainda na fase de construção, cerca de 500 vagas de emprego. Júlio destacou que diante dos incentivos fiscais fornecidos pelo Estado para estimular investimentos, um dos pedidos pelo governo estadual é a preferência por mão de obra local.
Ação representa uma nova expansão para o hub logístico no Estado, o qual será impulsionado pela ampliação dos investimentos em conectividade. Assim, mais do que uma central de armazenamento e despache de produtos, os Centros de Distribuição que estão sendo instalados no Ceará também irão representar um polo de aplicação tecnológica voltado para logística.
“Essa interligação, essa conectividade, vantagens naturais e planos de desenvolvimento articulados, tudo isso destaca ainda mais a vantagem competitiva de estar no Ceará”, pondera Júlio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum número escolhido ainda