Camilo e Lula anunciam reajustes nas bolsas da Capes e defendem autonomia das universidades

O ministro da Educação, Camilo Santana (PT), anunciou nesta quinta-feira (19/1) um reajuste nas bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O reajuste foi autorizado pelo presidente Lula (PT) e o anúncio deve ocorrer até o final deste mês.

O MEC é uma das áreas que mais sofreram no último governo, com brigas ideológicas, influência de pastores e cortes de verba.

Camilo destacou a importância da Educação neste novo governo. “Os reitores das nossas universidades e institutos federais voltaram a ser recebidos não apenas no Ministério da Educação, mas também pelo Presidente da República. Fizemos um encontro em que ouvimos nossas instituições e reafirmamos o compromisso e o apoio total a elas e à autonomia que possuem. Juntos faremos uma educação mais forte. Como diz o presidente Lula, Educação não é gasto, é investimento”.

 

Camilo, destaca que o ensino básico é uma prioridade para o presidente e que “não tem dúvidas” de que haverá investimento. Contudo, é fundamental recuperar a autonomia das universidades.

“Conseguimos no orçamento aprovado no fim do ano compor um pouco do orçamento que as universidades perderam nos últimos anos. Vamos ter uma recuperação, não somente em investimentos, mas em custeio de bolsas. O importante é que o presidente quer fortalecer a autonomia das universidades e seus investimentos. Consideramos a importância do papel da universidade, da ciência e da tecnologia”, pontua Camilo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum número escolhido ainda