Criminosos que fingiam ser funcionários do Banco Central para aplicar golpes são presos no Ceará

Força-tarefa contou com integração entre a Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) e do Estado de São Paulo (PC-SP)

Um grupo composto por dois homens e duas mulheres que se passava por funcionários do Banco Central foi preso nesta terça-feira (13), em Fortaleza. Além das capturas, foram apreendidas armas, drogas e carros de luxo, em endereços na Capital cearense e em Maracanaú, na Região Metropolitana.

A captura dos criminosos foi possível após operação integrada entre a Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) e a Polícia Civil do Estado de São Paulo (PC-SP), de acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Carlos Daniel Santos Sousa, de 22 anos, foi detido no Mondubim por policiais civis que cumpriram um mandado de prisão por estelionato. Ele jogou um celular pelo telhado da casa, mas os agentes recuperaram o aparelho.

No mesmo imóvel foi presa Vitória Sayonara Silva de Souza, 27, com antecedentes por crime de trânsito. No local onde estava a dupla, foram apreendidas munições calibre.380, um carro Toyota Hilux e outros objetos.

APREENSÃO E AUTUAÇÃO

No total, a operação terminou com três carros apreendidos, duas armas, um carregador de munições, oito celulares, quatro cartões magnéticos, maconha e uma quantia em dinheiro, cujo valor não foi informado pela polícia.

Williston e Alessandra foram autuados por posse irregular de arma de fogo de uso restrito.

Além da Polícia paulista, a força-tarefa contou com atuação de equipes da DDF, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), da Delegacia de Acidentes e Delitos de Trânsito (DADT), da Delegacia de Combate aos Crimes Contra a Ordem Tributária (Deccot).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum número escolhido ainda