Daniel Alves é detido na Espanha após ser acusado de abusar sexualmente de uma mulher

O jogador de futebol Daniel Alves, de 39 anos, foi detido na manhã desta sexta-feira enquanto prestava depoimento à polícia espanhola por um suposto abuso sexual ocorrido no dia 30 de dezembro, em Barcelona. Após a declaração às autoridades, o atleta, que disputou a última Copa do Mundo com a seleção brasileira, saiu do local preso em um carro policial poucos minutos após às 10h (horário local). Ele nega as acusações. A polícia não deu mais detalhes sobre o caso.

Daniel Alves foi “preso sob custódia” e agora será interrogado por um juiz, segundo um porta-voz da polícia regional da Catalunha, os Mossos d’Esquadra. A informação foi divulgada pela imprensa espanhola. A denúncia contra o jogador foi aceitada pela Justiça do país no último dia 10.

Acusação a Daniel Alves

Segundo informado pelo diário ABC e reproduzida pelo Mundo Deportivo, o episódio teria ocorrido na madrugada do dia 29 para o dia 30 de dezembro, na discoteca Sutton, em Barcelona. Daniel Alves teria colocado a mão entre as roupas íntimas da mulher que fez a acusação. Ela procurou as amigas e os seguranças da balada depois do ocorrido.

A equipe de segurança da casa noturna acionou a polícia catalã (Mossos d’Esquadra), que colheu depoimento da vítima. Ela também passou por exame médico em um hospital. Daniel Alves foi embora do local antes da chegada dos policiais.

Segundo a imprensa espanhola, câmeras do estabelecimento mostram que Daniel Alves e uma garota vão ao banheiro. Cerca de 47 segundos depois, ambos saem do local. Em seguida, o jogador e seus amigos deixam a casa noturna. A mulher começa a chorar, é amparada pelas amigas e relata ter sido assediada sexualmente pelo atleta./ AE

Foto: reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum número escolhido ainda