Orientação de Domingos Filho, é no sentido de que prefeitos do PSD não se manifestem sobre apoio a Izolda ou Roberto Cláudio

Domingo tem esperanças de ser o vice na chapa governista. Seja lá quem for o candidato

O presidente do PSD no Ceará, – o ex-vice governador Domingos Filho, tem orientado aos prefeitos filiados à sigla, no sentido de que os mesmos não se manifestem sobre o apoio a Izolda Cela ou Roberto Cláudio na corrida pela escolha do nome do PDT ao Governo do Estado nas eleições de outubro próximo.

” O PSD firmou entendimento de respeitar as instâncias de cada partido na escolha de seus candidatos a governador(a) – no caso do PDT – e senador – no caso do PT”, disse Domingos Filho ao correligionários.

“Essa decisão de neutralidade, num processo que precisa de serenidade e mediação, é a mais adequada para diminuir os conflitos das disputas internas que, embora legítimas, não devem ser motivos para o encerramento da aliança que tem conseguido alavancar o desenvolvimento do Estado do Ceará” DOMINGOS FILHO Presidente do PSD Ceará.

Nota do PSD no Instagram

A estratégia do presidente do PSD tem como alvo ser escolhido para a vaga de vice-governador na chapa governista. Em entrevista ao Diário do Nordeste, em maio deste ano, ele disse que seria “imaturo” tentar indicar ou fazer vetos em uma chapa onde está pleiteando o espaço de vice.

Pressão por apoio

Em nota enviada aos prefeitos do PSD, Domingos Filho acusa o assessor especial de Relações Institucionais do Governo do Ceará, Nelson Martins (PT), de estar pressionando os prefeitos em busca de apoio para Izolda.

“Tenho recebido diversas ligações de prefeito(a)s do nosso partido perguntando como responder mensagens e ligações do secretário Nelson Martins pedindo declarações públicas de apoio a governadora Izolda Cela para reeleição e à candidatura do ex-governador Camilo Santana para o Senado”, explica.

“Por essa razão, recomendo aos prefeito(a)s do PSD e aos demais militantes do 55 que se abstenham de manifestar opinião sobre qual deve ser a definição do PDT entre qualquer um dos quatro pré-candidatos, pois, certamente, em nada contribuirá com o processo de definição que já está inadequadamente inflamado”, conclui o presidente do partido.

Questionado pelo Diário do Nordeste sobre a acusação feita por Domingos Filho, o secretário Nelson Martins disse apenas que sempre tratou os prefeitos de maneira “respeitosa” e que todos têm “liberdade de expressão”.

“A nossa relação com os prefeitos e prefeitas do Estado sempre foi de muito respeito e diálogo. As parcerias do Estado, sob a gestão do ex-governador Camilo e da governadora Izolda, sempre tiveram como prioridade os municípios. Portanto, todos sempre tiveram total liberdade de manifestação”, disse.

Fonte; Diário do Nordeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nenhum número escolhido ainda